sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Olha só como o grandalhão fez me fez babar...

Postado por Clube da Luluzinha às 06:46 4 comentários


Sabe aquela pessoa que vai acabar com sua solteirisse?
Aquela pessoa que só de olhar nos olhos poderá encontrar tudo que falta em você?
Então...
Eu não estava procurando nada disso...

Procurava por outras coisas como:
ser alguém melhor;
não ser melhor que ninguém, mas ser melhor que eu fui ontem;
me divertir, fazer amigos e fazer o bem, me amar;
aprender a amar, aprender o que era amar!

Não havia nada complicado nem bagunçado em minha vida;
era simples assim, e confesso: eu era feliz.pensava eu com meus botões.
Esta mesma pessoa poderia também roubar minha vida, minha independência, ela acabaria com minhas noites de amigos e baladadas. Ele acabaria com minha liberdade! Despertaria sentimentos: ciúme, saudade. Tudo menos isso! Já fui presa, não gostei, prisão nunca mais!

Não quero mais procurar... Não procurei; não reclamei, não exigi, não quis, fiquei bem e fiquei feliz.

Ninguém manda em mim!

O amor me encontrou e me mostrou que sem ele não é possível ser completamente feliz.

Ele veio bagunçando, mudando tudo de lugar, vencendo a geografia, mudando minhas tão minuciosamente formadas opiniões, tirando de mim algumas manias, pedindo minha vida, tomando fôlego, e pior: eu mesma dou...
Não procurava pessoa alguma, eu ainda estava me apaixonando por mim, amando minha independência, minha liberdade, meu constitucional direito de ir e vir, ninguém poderia atrapalhar minhas badaladas ou minhas tranqüilas noites de sono; ninguém!
Sem horas para entrar ou sair. Viva a liberdade!

Às vezes, muito raramente, num surto de meninice ou na vontade, vontade, não necessidade, de um beijo, eu pensava em encontrar alguém, mas logo desistia, ninguém precisa de ninguém além de si mesmo para ser feliz, pensava eu com meus botões.

Tudo menos isso! Já fui presa, não gostei, prisão nunca mais!
Não quero mais procurar... Não procurei; não reclamei, não exigi, não quis, fiquei bem e fiquei feliz.
Ninguém manda em mim!
O amor me encontrou e me mostrou que sem ele não é possível ser completamente feliz.
Ele veio bagunçando, mudando tudo de lugar, vencendo a geografia, mudando minhas tão minuciosamente formadas opiniões, tirando de mim algumas manias, pedindo minha vida, tomando meu fôlego, e pior: eu mesma dou...

Veio tomando minha independência, tirando, acabando com a graça e ofuscando as luzes coloridas das minhas noites badaladas.
ACABOU com minha liberdade e MAIS: acabou com meu sono, ressuscitou meus sonhos, espantou meus medos e com eles, todos os meus fantasmas. Arrancou de mim verdades, acabou com minha sede num um único beijo, o que também me tornou viciada, DEPENDENTE!


Exterminou com os arrepios frios e com as noites de medo e solidão.
Mais uma vez o amor me salvou de mim, mais uma vez o amor me salvou.


Não resisti, me entreguei!

Eu, por mim mesma me entreguei, ninguém me obrigou ou pagou por isso; ninguém roubou, eu mesma dei, eu quis. Então, recebi o abraço que me mantém cativa e de onde eu não quero nunca mais sair.


O amor tem nome e o nome dele é Cláudio Nunes Horácio, ele é o próprio amor, o amor vestido de gente, o meu amor.


Te amo pra sempre meu bem...
Adriana Rocha

Celebrity Gossip

 

Clube da Luluzinha Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | Illustration by Enakei | Gossip Celebrity